Arquivos de Tag: culturaderua

Assinatura dos Feeds
Compartilhado por: @familia5estrelas em Mar 08, 2017 @ 13:16

Compartilhado por: @familia5estrelas em Mar 08, 2017 @ 13:16

” Injusto te comparar A qualquer flor. Esta, é passageira, Ainda que sua beleza Se eternize no olhar. Você, forjada em carne, Ganha de longe Na arte de encantar. Injusto te comparar À brisa da manhã. Esta, de tal frescor Que acalma e anima, Também passa, se vai. Você, com sua força É turbilhão de emoções Que alucina e atrai ” 8 de Março. Dia Internacional da Mulher. Uma homenagem da 5 à todas as Mulheres. 5ORIGINAL DA RUA. ORIGINAL DO RIO. A ARTE URBANA VIVE. ANTIGOS & ATUAIS. ALÉM DOS MUROS. NADA MUDA NOSSA CONDUTA.

Mais Detalhes »

Compartilhado por: @erichcavaleiro em Mar 02, 2016 @ 12:05

Compartilhado por: @erichcavaleiro em Mar 02, 2016 @ 12:05

“Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode impedir que vá em declínio. Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de ...

Mais Detalhes »

Compartilhado por: @erichpacer em Dec 12, 2015 @ 21:11

Compartilhado por: @erichpacer em Dec 12, 2015 @ 21:11

Conhece essa arte exposta próximo a saída do metrô da Siqueira Campos? Na boa, é um baita privilégio cruzar com a arte de artista português conhecido como Vhils, que se dedica a retratar pessoas comuns e transformá-las em ícones urbanos através do uso de papéis e pinturas que, algumas vezes se mistura com uma técnica particular: a destruição. Com ferramentas e técnicas nada convencionais, ele trabalha na retirada das camadas superficiais de paredes e outros suportes para a criação de imagens repletas de simbolismo centradas na relação entre as pessoas e a cidade que habitam. Sua técnica principal é criação de imagens em baixo-relevo através da remoção de camadas de materiais de construção para a criação de rostos anônimos que remetem para a identidade da cidade, a passagem do tempo e questionamentos sobre a relação do contexto urbano com o dia-a-dia ...

Mais Detalhes »

Carregar mais imagens
Scroll To Top